La langue grecque ancienne est également faite de nombreuses notions philosophiques.

PropertyValue
dbpedia-owl:abstract
  • La langue grecque ancienne est également faite de nombreuses notions philosophiques. Ainsi, en grec ancien, il n'y a pas un seul mot pour décrire l'amour, mais quatre ; suivant l'ordre alphabétique grec, on a : Agapè (ἀγάπη / agápê) : l'amour désintéressé, divin, universel, inconditionnel Éros (ἔρως / érôs) : l'amour naturel, la concupiscence, le plaisir corporel Storgê (στοργή / storgế) : l'affection familiale, l'amour familial Philia (φιλία / philía) : l'amitié, l'amour bienveillant, le plaisir de la compagnie
  • There are a few Greek words for love, as the Greek language distinguishes how the word is used. Ancient Greek has four distinct words for love: agápe, éros, philía, and storgē. However, as with other languages, it has been historically difficult to separate the meanings of these words. Nonetheless, the senses in which these words were generally used are given below. Agápe (ἀγάπη agápē) means love in a "spiritual" sense. In the term s'agapo (Σ'αγαπώ), which means "I love you" in Ancient Greek, it often refers to a general affection or deeper sense of "true unconditional love" rather than the attraction suggested by "eros." This love is selfless; it gives and expects nothing in return. Agape is used in the biblical passage known as the "love chapter," 1 Corinthians 13, and is described there and throughout the New Testament as sacrificial and spiritual love. Whether the love given is returned or not, the person continues to love (even without any self-benefit). Agape is also used in ancient texts to denote feelings for one's children and the feelings for a spouse, and it was also used to refer to a love feast. It can also be described as the feeling of being content or holding one in high regard. Agape is used by Christians to express the unconditional love of God. Éros (ἔρως érōs) is "physical" passionate love, with sensual desire and longing. Romantic, pure emotion without the balance of logic. "Love at first sight". The Modern Greek word "erotas" means "intimate love;" however, [citation needed] Eros can be interpreted as a love for someone whom [citation needed] It can also apply to dating relationships as well as marriage. Plato refined his own definition: Although eros is initially felt for a person, with contemplation it becomes an appreciation of the beauty within that person, or even becomes appreciation of beauty itself. Plato does not talk of physical attraction as a necessary part of love, hence the use of the word platonic to mean, "without physical attraction." In the Symposium, the most famous ancient work on the subject, Plato has Socrates argue that eros helps the soul recall knowledge of beauty, and contributes to an understanding of spiritual truth, the ideal "Form" of youthful beauty that leads us humans to feel erotic desire – thus suggesting that even that sensually based love aspires to the non-corporeal, spiritual plane of existence; that is, finding its truth, just like finding any truth, leads to transcendence. Lovers and philosophers are all inspired to seek truth through the means of eros. Philia (φιλία philía) is "mental" love. It means affectionate regard or friendship in both ancient and modern Greek. This type of love has give and take. It is a dispassionate virtuous love, a concept developed by Aristotle. It includes loyalty to friends, family, and community, and requires virtue, equality and familiarity. In ancient texts, philos denoted a general type of love, used for love between family, between friends, a desire or enjoyment of an activity, as well as between lovers. Storge (στοργή storgē) means "affection" in ancient and modern Greek. It is natural affection, like that felt by parents for offspring. Rarely used in ancient works, and then almost exclusively as a descriptor of relationships within the family. It is also known to express mere acceptance or putting up with situations, as in "loving" the tyrant.↑ ↑ ↑ ↑
  • Um número diferente de palavras gregas é utilizadas para o amor, como em toda a língua grega se distingue a palavra pela forma que ela é usada. No Grego antigo tem três palavras distintas para o amor: eros , philos, e ágape. Entretanto, como com outras línguas, fica historicamente difícil separar os significados destas palavras. Apesar de tudo, os sentidos em que estas palavras foram usadas geralmente são dados abaixo. O érōs de Eros (ἔρως) significa a palavra grega moderna “ erotas ” com a sua significante de “o amor (romântico)”. Entretanto, o Eros não tem que ser de natureza sexual. O Eros pode ser interpretado como um amor para alguém que você ama mais do que o amor de Philos da amizade. Pode também aplicar-se a datar relacionamentos bem como a união. Platão refinada a sua própria definição. Embora o eros seja sentido inicialmente para uma pessoa, com contemplação transforma-se numa apreciação da beleza dentro dessa pessoa, ou transforma-se mesmo a apreciação da beleza própria. Deve-se anotar que Platão não conversa da atração física como uma parte necessária do amor, daqui o uso da palavra platônico significar, “sem atração física”. Para Platão o Eros também ajuda ao conhecimento da recordação da beleza da alma, e contribui para a compreensão da verdade espiritual. Os amantes e os filósofos todos são inspirados a procurar a verdade pelo eros. O trabalho antigo o mais famoso sobre o assunto eros é de Platão o Simpósio, é uma discussão entre os estudantes de Socrates sobre a natureza de eros. A philos de Philia (φιλία), amizade no grego moderno, um amor virtuoso desapaixonado, era um conceito desenvolvido por Aristóteles. Inclui a lealdade aos amigos, à família, e à comunidade, e requer a virtude, a igualdade e a familiaridade. Em textos antigos, a philia denota um tipo de amor global, usado como amor entre a família, entre amigos, um desejo ou a apreciação de uma atividade, bem como entre amantes. Este é o única outra palavra para o “amor” usada nos textos antigos dos Novo Testamento além de ágape, mas uniforme é usado substancialmente menos. O agápē de Ágape (ἀγάπη) significa o “amor” no grego moderno atual. O s'agapo do termo significa “eu te amo” em grego. A palavra ” agapo “ vem do vocábulo “amor”. No grego antigo se refere frequentemente a uma afeição mais ampla do que à atração sugerida pelo ” eros “; o agape é usado em textos antigos para designar sentimentos como uma refeição boa, a afeição de uma criança, e os sentimentos não carnais entre os os cônjuges. Pode ser descrito como o sentimento de estar satisfeito ou de se ter em consideração elevada. O verbo aparece no Novo Testamento que descreve, entre outras coisas, o relacionamento entre Jesus e os seu discípulo amado. Na literatura bíblica, seus significados são ilustrados como auto-sacrifício, dando o amor a todos -- amigo e inimigo. Em Mateus 22:39 é usado, “ame seu vizinho como a si mesmo,” e em João 15:12, “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.” e em 1 João 4:8, “Deus é amor.” Entretanto, a palavra “ágape” não é usada sempre no novo Testamento no sentido positivo. Na Segunda Epístola a Timóteo 4:10 a palavra é usada no sentido negativo. O Apóstolo Paulo escreve, “Demas me abandonou, por amor (agapo) das coisas do século presente….” A palavra “ágape” não é usada assim sempre de um amor divino ou amor de deus. Os comentadores Cristãos expandiram a definição grega original para abranger um compromisso total ou o amor de auto-sacrifício em favor da pessoa amada. Por causa do seu uso freqüente no Novo Testamento, os escritores Cristãos desenvolveram uma quantidade significativa de teologia baseada unicamente na interpretação desta palavra.} Fraternal (στοργή) do grego moderno; é a afeição natural, como aquela que que os pais sentem pela prole. Usado raramente em trabalhos antigos, e então quase exclusivamente para descrever os relacionamentos dentro da família. Thelema no grego moderno; É o desejo de fazer algo, estar ocupado, estar em proeminência.
dbpedia-owl:wikiPageID
  • 250165 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageLength
  • 2235 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageOutDegree
  • 21 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageRevisionID
  • 109875484 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageWikiLink
prop-fr:wikiPageUsesTemplate
dcterms:subject
rdfs:comment
  • La langue grecque ancienne est également faite de nombreuses notions philosophiques.
  • There are a few Greek words for love, as the Greek language distinguishes how the word is used. Ancient Greek has four distinct words for love: agápe, éros, philía, and storgē. However, as with other languages, it has been historically difficult to separate the meanings of these words. Nonetheless, the senses in which these words were generally used are given below. Agápe (ἀγάπη agápē) means love in a "spiritual" sense.
  • Um número diferente de palavras gregas é utilizadas para o amor, como em toda a língua grega se distingue a palavra pela forma que ela é usada. No Grego antigo tem três palavras distintas para o amor: eros , philos, e ágape. Entretanto, como com outras línguas, fica historicamente difícil separar os significados destas palavras. Apesar de tudo, os sentidos em que estas palavras foram usadas geralmente são dados abaixo.
rdfs:label
  • Mots grecs pour dire amour
  • Greek words for love
  • Palavras gregas para o amor
owl:sameAs
http://www.w3.org/ns/prov#wasDerivedFrom
foaf:isPrimaryTopicOf
is dbpedia-owl:wikiPageRedirects of
is dbpedia-owl:wikiPageWikiLink of
is foaf:primaryTopic of