Le général Batista Tagme Na Waie, né en 1949 à Catió et mort le 1er mars 2009 à Bissau, est un homme politique et officier bissau-guinéen. Il était chef d'état-major de l'armée bissau-guinéenne et a été assassiné lors d'un attentat.

PropertyValue
dbpedia-owl:abstract
  • Le général Batista Tagme Na Waie, né en 1949 à Catió et mort le 1er mars 2009 à Bissau, est un homme politique et officier bissau-guinéen. Il était chef d'état-major de l'armée bissau-guinéenne et a été assassiné lors d'un attentat.
  • Batista Tagme Na Waie (1949 – 1 de março de 2009) foi um major-general do exército da Guiné-Bissau, até ao seu assassínio em 2009.Na Waie nasceu em Catió. Participante na junta que derrubou João Bernardo Vieira nos anos 90 e um veterano da guerra pela independência da Guiné-Bissau, Na Waie era membro do grupo étnico balanta. Foi designado major general do exército como resultado do assassinato em Outubro de 2004 do seu antecessor, Veríssimo Correia Seabra; a IRIN descreveu-o como "uma figura de consenso colocada pelo poder militar que o governo se viu obrigado a aceitar".Um "rival amargo" de Vieira, tanto antes da junta (tendo sobrevivido às purgas de Vieira no exército guineense nos anos 80) como após o regresso de Vieira ao poder, Na Waie sobreviveu a uma tentativa de assassinato em Janeiro de 2009, quando uma milícia ligada ao palácio presidencial abriu fogo contra a sua viatura oficial; a milícia negou que se tenha tratado de uma tentativa de assassinato.No primeiro dia de Março de 2009, Na Waie foi morto numa explosão no quarter-geral do exército guineense. Enquanto que testemunhas afirmaram ter visto uma granada ser lançada, assistentes de Na Waie afirmaram que uma bomba foi detonada debaixo de uma escadaria no gabinete de Na Waie.Nas primeiras horas do dia seguinte, Vieira foi morto, aparentemente por tropas leais a Na Waie. Representantes militares negaram a ideia de que a morte de Vieira se tenha tratado de uma retaliação. O porta-voz do exército Zamora Induta afirmou, contudo, que Vieira tinha estado envolvido no assassinato de Na Waie. Um oficial do exército disse a 5 de Março que Na Waie tinha encontrado um pacote de cocaína pesando 200 quilos num hangar do exército uma semana antes de ser assassinado. O seu funeral decorreu no Clube Militar de Bissau a 8 do mesmo mês. A 26 de Março, foi noticiado que três importantes oficiais — os coronéis Arsene Balde e Abdoulaye Ba e o brigadeiro general Melcias Fernandes — tinham sido presos nos dias anteriores, facto relacionado com o seu envolvimento na morte de Na Waie.== Referências ==
  • General Batista Tagme Na Waie, also transliterated as Batista Tagme Na Wai (1949 – March 1, 2009) was chief of staff of the army of Guinea-Bissau until his assassination in 2009.
  • Batista Tagme Na Waie, translitterato anche come Batista Tagme Na Wai o Tagmé Na Waié (Catió, 1949 – Bissau, 1º marzo 2009), è stato un politico e militare guineense, in carica come capo delle forze armate all'epoca del suo assassinio.Na Wai, di etnia balanta, è stato membro della giunta militare che aveva rovesciato il governo di João Bernardo Vieira negli anni novanta, e un veterano della guerra d'indipendenza della Guinea-Bissau. Era diventato capo delle forze armate nell'ottobre del 2004, dopo l'assassinio del suo predecessore Verissimo Correia Seabra. Era accanito rivale di Vieira fin dagli anni ottanta, quando Vieira aveva cercato di eliminare i militari più influenti del paese. Nel gennaio 2009 aveva sostenuto di essere stato vittima di un tentativo di omicidio.Il suo assassinio è avvenuto il 1º marzo 2009, in seguito a un attentato dinamitardo avvenuto nei quartieri generali dell'esercito della Guinea-Bissau. Il giorno dopo la morte di Na Waie è stato assassinato anche il presidente Vieira.
  • Batista Tagme Na Waie o Batista Tagme Na Wai (n. en 1949 en Catió, Guinea Portuguesa, m. el 1 de marzo de 2009, en Bisáu, Guinea-Bisáu.) fue un general del Ejército de Guinea-Bissau, veterano de la independencia del país en 1975.
dbpedia-owl:wikiPageID
  • 3680246 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageLength
  • 1148 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageOutDegree
  • 13 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageRevisionID
  • 106780477 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageWikiLink
prop-fr:wikiPageUsesTemplate
dcterms:subject
rdfs:comment
  • Le général Batista Tagme Na Waie, né en 1949 à Catió et mort le 1er mars 2009 à Bissau, est un homme politique et officier bissau-guinéen. Il était chef d'état-major de l'armée bissau-guinéenne et a été assassiné lors d'un attentat.
  • General Batista Tagme Na Waie, also transliterated as Batista Tagme Na Wai (1949 – March 1, 2009) was chief of staff of the army of Guinea-Bissau until his assassination in 2009.
  • Batista Tagme Na Waie o Batista Tagme Na Wai (n. en 1949 en Catió, Guinea Portuguesa, m. el 1 de marzo de 2009, en Bisáu, Guinea-Bisáu.) fue un general del Ejército de Guinea-Bissau, veterano de la independencia del país en 1975.
  • Batista Tagme Na Waie (1949 – 1 de março de 2009) foi um major-general do exército da Guiné-Bissau, até ao seu assassínio em 2009.Na Waie nasceu em Catió. Participante na junta que derrubou João Bernardo Vieira nos anos 90 e um veterano da guerra pela independência da Guiné-Bissau, Na Waie era membro do grupo étnico balanta.
  • Batista Tagme Na Waie, translitterato anche come Batista Tagme Na Wai o Tagmé Na Waié (Catió, 1949 – Bissau, 1º marzo 2009), è stato un politico e militare guineense, in carica come capo delle forze armate all'epoca del suo assassinio.Na Wai, di etnia balanta, è stato membro della giunta militare che aveva rovesciato il governo di João Bernardo Vieira negli anni novanta, e un veterano della guerra d'indipendenza della Guinea-Bissau.
rdfs:label
  • Batista Tagme Na Waie
  • Batista Tagme Na Wai
  • Batista Tagme Na Waie
  • Batista Tagme Na Waie
  • Batista Tagme Na Waie
owl:sameAs
http://www.w3.org/ns/prov#wasDerivedFrom
foaf:isPrimaryTopicOf
is dbpedia-owl:wikiPageRedirects of
is dbpedia-owl:wikiPageWikiLink of
is foaf:primaryTopic of