Cet article recense les acquisitions territoriales des États-Unis, à partir de l'indépendance du pays.

PropertyValue
dbpedia-owl:abstract
  • Cet article recense les acquisitions territoriales des États-Unis, à partir de l'indépendance du pays.
  • Esta é uma lista simplificada das aquisições territoriais Estados Unidos, começando com a independência norte-americana. Note que esta lista diz respeito principalmente aos territórios adquiridos de outros Estados-nação, as numerosas aquisições territoriais dos índios norte-americanos não estão listadas aqui. Esta lista exclui protetorados dos Estados Unidos (como a Nicarágua entre 1912-1933) e territórios como a Libéria entre 1822-1847. O Tratado de Paris de 1783 com a Grã-Bretanha definiu as fronteiras originais dos Estados Unidos pós-independência. Devido a ambiguidades no tratado, a posse de Machias Seal Island e North Rock permaneceram disputadas entre os EUA e o Canadá; outras ambiguidades territoriais originais (incluindo a disputa fronteiriça do nordeste e o disputado território indígena de Stream) foram resolvidas pelo Tratado Webster-Ashburton em 1842. A Compra da Louisiana, concluída em 1803, foi negociada por Robert Livingston, durante a presidência de Thomas Jefferson, o território foi adquirido da França por US $ 15.000.000. Uma pequena parte deste território foi cedida ao Reino Unido em 1818 em troca da Bacia do Rio Vermelho. Mais desta área foi cedida à Espanha em 1819 com a compra da Florida, mas depois foi readquirida pela anexação do Texas e a Cessão mexicana. A Flórida Ocidental foi declarada pelo presidente James Madison como uma posse dos EUA em 1810. A Tristão da Cunha foi a primeira, embora de curta duração, possessão norte-americana no exterior. Esta remota ilha do Atlântico Sul foi reivindicada em 1810 por Jonathan Lambert de Salem, Massachusetts, que morreu em um acidente de barco em 1812. Durante a Guerra de 1812, os EUA usaram como uma base naval e de pirataria contra navios ingleses. A ilha foi abandonada depois da guerra e anexada dentro de alguns meses ao Reino Unido, juntamente com a Ilha de Ascensão, a fim de impedir que os franceses estabelecessem bases para resgatar Napoleão Bonaparte a partir de Santa Helena (território). Red River Basin, adquirida em 1818 por um tratado com o Reino Unido, nomeadamente a Convenção Anglo-Americana de 1818. O Tratado de Adams-Onís de 1819 com a Espanha resultou na cessão da Flórida Oriental e o Sabine Free State espanhol e a entrega pela Espanha de todas as reivindicações para o Oregon Country. O artigo III do tratado, quando devidamente estudado, resultou na aquisição de uma pequena parte central do Colorado O Tratado Webster-Ashburton de 1842 concluiu a fronteira entre Estados Unidos e o Canadá (uma colônia britânica na época). Anexação do Texas de 1845: Em 1836, a República do Texas votou para ser anexada pelos Estados Unidos. Apesar do fato do México ainda reivindicar o Texas e o líder mexicano Antonio López de Santa Anna avisar que isso seria "equivalente a uma declaração de guerra contra a República Mexicana", o presidente John Tyler assinou um tratado de anexação com Texas em abril de 1844. Depois que James Polk, um forte defensor da expansão territorial, ganhou a presidência, mas antes que ele tomasse posse, o Congresso aprovou a anexação do Texas em 28 de fevereiro de 1845. Em 29 de dezembro de 1845, o Texas tornou-se o 28º Estado. O Texas reivindicou o Novo México, a leste do Rio Grande, mas só tinha feito uma tentativa frustrada de ocupá-lo; o Novo México foi só capturado pelo Exército dos EUA em agosto de 1846 e administrado separadamente do Texas. A resistência terminou com o cerco de Pueblo de Taos em 5 de fevereiro de 1847. O México reconheceu a perda do Texas e do Novo México no Tratado de Guadalupe Hidalgo, assinado 2 de fevereiro de 1848. O Oregon Country, zona oeste da América do Norte das Montanhas Rochosas até o Pacífico, era controlada conjuntamente pelos os EUA e o Reino Unido na sequência da Convenção Anglo-Americana de 1818 até 15 de junho de 1846 quando o Tratado de Oregon dividiu o território no paralelo 49. O San Juan Islands foram reclamados e ocupados em conjunto pelos EUA e o Reino Unido entre 1846-1872, devido a ambiguidades no Tratado. A arbitragem levou à posse exclusiva pelos EUA das ilhas de San Juan desde 1872. A Cessão Mexicana foram capturadas na Guerra Mexicano-Americana em 1846, terminando com a resistência do Tratado de Cahuenga em 13 de janeiro de 1847, e reconhecido pelo México no Tratado de Guadalupe Hidalgo, no México, onde foi aceitado a Fronteira Estados Unidos-México, exceto nas fronteiras para a posterior Compra Gadsden. Os Estados Unidos pagaram US $ 15 milhões e concordaram em pagar as reivindicações feitas pelos cidadãos americanos contra o México, que ascendeu a mais de US $ 3 milhões. Compra de Gadsden de 1853, os Estados Unidos compraram um faixa de terra ao longo da fronteira EUA-México por US $ 10 milhões, atualmente, o Novo México e Arizona. Este território foi destinado a uma ferrovia transcontinental do sul. A Guano Islands Act de 1856 prevista pelas reivindicações dos EUA para ilhas desocupadas. A Ilha Baker, Ilha Howland, e Ilha Navassa foram anexadas no abrigo das suas disposições em 1857. Atualmente a propriedade de Navassa é disputada entre os EUA e o Haiti. O Atol Johnston foi reivindicado pelos EUA e pelo Havaí em 1858, porém os direitos tornaram-se indiscutíveis para os EUA em 1898, após a anexação do Havaí. O Atol Midwayfoi descoberto e reivindicado em 1859 e anexado formalmente 1867. O Recife Kingmanfoi anexado em 1922. A Compra do Alasca do Império Russo por 7,2 milhão dólares em 1867. Chamizal do México de 1852-1873 devido à mudança de curso do rio Grande. O território foi maioritariamente devolvido ao México por um tratado em 1963. A Anexação do Havaí de 1898, a pedido de um governo composto principalmente por empresários europeus e americanos que haviam derrubado o Reino do Havaí. Com o Havai veio o Atol Palmyra que tinha sido anexado pelos EUA em 1859, mas posteriormente abandonado, reivindicado pelo Havaí. Porto Rico, Guam e as Filipinas (para o qual os Estados Unidos compensaram a Espanha com $ 20 milhões), cedido pela Espanha após a Guerra Hispano-Americana no Tratado de Paris de 1898. A Espanha renunciou a qualquer reivindicação de soberania sobre Cuba, mas não cede aos Estados Unidos. Todos as quatro territórios destas áreas ficaram sob o Governo Militar dos Estados Unidos (USMG) por períodos prolongados. Cuba se tornou uma nação independente em 1902, e as Filipinas se tornou uma nação independente em 1946. Ilha Wake, anexada em 1899 (é atualmente contestada pelas ilhas Marshall.) Samoa Americana, ocupada em 1899, feito um território formal em 1929. Tutuila e Ilha Aunuu cedidas por seus chefes em 1900, em seguida, adicionado a Samoa Americana. Manua, anexado em 1904, em seguida, adicionado a Samoa Americana. Ilha Swains, anexado em 1925 (ocupado desde 1856), em seguida, adicionado a Samoa Americana (a afirmação é contestada atualmente por Tokelau, um território colonial da Nova Zelândia). Ilhas Virgens Americanas, comprada da Coroa dinamarquesa por US $ 25 milhões em 17 de janeiro de 1917 durante a Primeira Guerra Mundial, os habitantes das Ilhas Virgens tornaram-se cidadãos americanos em 1927. Ilha Jarvis, recuperada em 1935, anteriormente anexada em 1858, mas abandonada em 1879. Os Estados Unidos administraram as ilhas Ryukyu e a Coréia do Sul do Império Japonês após a Segunda Guerra Mundial em 1945. As ilhas Ryukyu foram devolvidas ao Japão em 1972, enquanto a Coreia do Sul tornou-se independente. Em 1946, os Estados Unidos se ofereceram para comprar a Groenlândia da Dinamarca por US $ 100.000.000, mas a Dinamarca não concordou em vender .Ilhas Marshall, Estados Federados da Micronésia, Ilhas Marianas do Norte e Palau, ocupadas pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, foram formalizados sob o regime de tutela da ONU em 1947. A Micronésia e Ilhas Marshall alcançaram a independência em 1986 e Palau em 1994, através de Tratado de Livre Associação. O Tratado de Limites de 1970 transferiu 2,702.9 acres (10,938 km2) do território mexicano para os EUA. Em troca, os EUA cederam 2,087.87 hectares (8,4493 km2) para o México, incluindo a pequena cidade de Rio Rico, Texas.↑ ↑
  • 미국의 영토 확장은 미국의 독립과 함께 시작된다. 아메리카 원주민에서 강탈한 영토 획득은 이 범위에서 다뤄지지 않는다.
  • This is a United States territorial acquisitions list, beginning with American independence. Note that this list primarily concerns land the United States acquired from other nation-states; the territorial acquisitions from American Indians are not listed here.
  • Esta es una lista de las adquisición territoriales que consiguió Estados Unidos desde la guerra de independencia americana.
dbpedia-owl:thumbnail
dbpedia-owl:wikiPageID
  • 2013087 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageLength
  • 8295 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageOutDegree
  • 139 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageRevisionID
  • 106493212 (xsd:integer)
dbpedia-owl:wikiPageWikiLink
prop-fr:wikiPageUsesTemplate
dcterms:subject
rdfs:comment
  • Cet article recense les acquisitions territoriales des États-Unis, à partir de l'indépendance du pays.
  • 미국의 영토 확장은 미국의 독립과 함께 시작된다. 아메리카 원주민에서 강탈한 영토 획득은 이 범위에서 다뤄지지 않는다.
  • This is a United States territorial acquisitions list, beginning with American independence. Note that this list primarily concerns land the United States acquired from other nation-states; the territorial acquisitions from American Indians are not listed here.
  • Esta es una lista de las adquisición territoriales que consiguió Estados Unidos desde la guerra de independencia americana.
  • Esta é uma lista simplificada das aquisições territoriais Estados Unidos, começando com a independência norte-americana. Note que esta lista diz respeito principalmente aos territórios adquiridos de outros Estados-nação, as numerosas aquisições territoriais dos índios norte-americanos não estão listadas aqui. Esta lista exclui protetorados dos Estados Unidos (como a Nicarágua entre 1912-1933) e territórios como a Libéria entre 1822-1847.
rdfs:label
  • Acquisitions territoriales des États-Unis
  • Adquisiciones territoriales de los Estados Unidos
  • Aquisições territoriais dos Estados Unidos
  • United States territorial acquisitions
  • 미국의 영토 확장
owl:sameAs
http://www.w3.org/ns/prov#wasDerivedFrom
foaf:depiction
foaf:isPrimaryTopicOf
is dbpedia-owl:wikiPageRedirects of
is dbpedia-owl:wikiPageWikiLink of
is foaf:primaryTopic of